Os blogs como canais de comunicação!

Publicado: 9 de outubro de 2007 em Blogs, branding, Comunicação, Comunicação Social, Marketing, marketing 2.0, Propaganda, Publicidade, SEO, Social Media, Web 2.0

Lendo um estudo recente, da e-consulting, sobre marketing e comunicação on-line observei a tremenda importância na forma como devemos tratar o canal ”blogs” em nossas estratégias de marketing e comunicação para que o “buzz” que eles são capazes de gerar possa ser – ao máximo -, favorável. Nesse sentido, relacionei alguns aspectos – indicados pela própria e-consulting, além de algumas observações minhas -, para podermos analisar.

  • Primeiro ponto, NUNCA tente “manipular” um blogueiro. O “blogger”, assim como o jornalista, preza pela sua liberdade de expressão acima de tudo;
  • Segundo ponto,  como já expliquei neste blog, o conteúdo das suas mensagens deve ser extremamente relevante;
  • Terceiro ponto, converse PESSOALMENTE com os blogueiros, explique sua iniciativa e porque ele(s) pode(m) auxiliar;
  • Quarto ponto, blogs podem ter um grande impacto em mecanismos de busca, proporcione um conteúdo rico e simples;
  • Quinto ponto, os blogs com maior tráfego não são necessariamente aqueles que têm mais influência perante determinados nichos;
  • Sexto ponto, alguns blogs têm extremo poder de influenciar mercados, às vezes mais do que jornalistas.

Esses são alguns pontos essenciais, mas lembre-se, uma relação sadia com a ”blogosfera” depende antes de qualquer coisa de respeito, pois o blogueiro, nesse mundo cheio informações (tanto de pouca quanto de muita importância) utiliza seu tempo para organizá-las e apresentá-las para o mundo (seja esse mundo pequeno ou enorme) sobre o seu ponto de vista, deixando ainda espaço para que outros comentem e agreguem valor. Em outras palavras, nesse mundo em que “nós somos mídia” (conceito de we media) os blogeiros são, literalmente, a Rede Globo de diversos públicos. 

Agora que sabemos mais sobre como tratar blogueiros, vamos visitar um dos maiores blogueiros que informa especialmente sobre essa profunda mudança que vivemos na forma como nos comunicamos (e que apenas se iniciou com a web 2.0.). Seu nome é Guy Kawasaki, leia-o, vale a pena!

comentários
  1. luizm disse:

    Gostei do tópico, acho que ao invés de criticar a falta de tado dos “sem-blog”, como faz muita gente na blogosfera, devemos fazer isso que voce está fazendo, ensinar os “sem-blog” a se relacionar e “usar” – no bom sentido – a figura do blogueiro. (Só precisamos arrumar uma forma de incentivar o sentido contrário).

Deixe uma resposta

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s